Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020 - 17:38
29/10/2020 as 04:52 | Por Assessoria | 432
A 18 dias da eleição, juízes eleitorais se reúnem para discutir procedimentos na reta final
Durante duas horas, os magistrados e magistradas falaram sobre prestação de contas parcial,
Fotografo: Divulgação
Publicação

 

 

 

Faltam 18 dias para o “Dia D” da eleição Municipal 2020 e a Suplementar para uma vaga no Senado, que ocorrerá no dia 15 de novembro. Os principais procedimentos que serão realizados nos próximos dias foram exaustivamente debatidos, nesta quarta-feira (28/10), pelos (as) juízes (as) eleitorais durante reunião virtual com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Gilberto Giraldelli, com a vice-presidente e corregedora eleitoral em substituição legal, desembargadora Marilsen Andrade Addário e com a equipe administrativa do Tribunal.

 

Durante duas horas os magistrados e a equipe administrativa do Tribunal falaram sobre a cerimônia de carga e lacre das urnas eletrônicas, força tarefa, conclusão dos julgamentos dos requerimentos de registros de candidaturas, logística de apuração e totalização, envolvendo neste caso, áreas urbanas, rurais, os locais de difícil acesso e as zonas que adotarão a totalização externa. Também foram pautas da reunião o JE-Connect e a conferência visual.

 

O presidente do TRE ressaltou a importância de cada fase a ser executada nos dias que antecedem a eleição, dando ênfase principalmente, a cerimônia de carga e lacre das urnas eletrônicas. “Estamos concluindo o julgamento dos registros de candidaturas em todo o Estado, há situações pontuais que ainda não foram finalizadas, mas que estão recebendo o apoio da administração de forma particularizada. É uma etapa praticamente vencida. No dia 03 de novembro iniciaremos a cerimônia de carga e lacre das urnas eletrônicas, fase que exige total atenção dos juízes eleitorais e servidores. Não pode haver erro. Por envolver a urna eletrônica, esse procedimento requer total publicidade e acesso do Ministério Público e de representantes dos partidos, das coligações, da Ordem dos Advogados do Brasil e demais interessados. Este acesso será garantido apesar da Pandemia, logicamente com a adoção dos protocolos sanitários para evitar a contaminação do Covid-19”. 

 

A importância da cerimônia de carga e lacre das urnas eletrônicas também foi ressaltada pelo Diretor Geral do TRE, Mauro Sergio Diogo. “Percorremos um longo caminho para chegarmos a contento no dia das eleições. Não adianta nada cuidarmos da bateria das urnas, do transporte das mesmas, dos julgamentos das candidaturas e falhar na hora de inserir os dados na urna eletrônica. Por esse motivo, essa fase recebe uma atenção redobrada. É nessa Cerimônia que são geradas as mídias que irão para as urnas eletrônicas, as quais contém os nomes dos candidatos, suas identificações numéricas, o partido pelo qual está concorrendo, o número da seção eleitoral e os eleitores nela inscritos. Essas mídias são inseridas nos equipamentos que em seguida é lacrado, o que chamamos de carga e lacre. A Secretaria de Tecnologia da Informação elaborou um calendário dessas cerimônias de forma a contemplar as 57 zonas eleitorais”.

 

O juiz auxiliar da presidência do TRE e presidente do Gabinete de Gestão Integrada, Lídio Modesto falou sobre o Plano de Segurança das Eleições, principalmente no que se relaciona as áreas indígenas. “O TSE está, em conjunto com a FUNAI, SESAI e CASAI, elaborando protocolo sanitário específico para as pessoas que trabalharão nas aldeias indígenas. Uma das ações previstas no protocolo é a aplicação de teste de COVID (RT-PCR). Para tanto, o TSE está em contato com o Ministério da Saúde para descentralizar os testes para os municípios onde serão aplicados. A ideia inicial é que as pessoas sejam testadas de 7 a 4 dias antes da entrada na aldeia”.

 

Ao final da reunião, a desembargadora Marilsen agradeceu os juízes eleitorais pelo empenho na realização do pleito. “Muito obrigada pelo comparecimento e apoio a Justiça Eleitoral. Estamos no mesmo barco. Com a experiência de todos o processo será um sucesso. Sei que sempre haverá uma novidade, um detalhe a mais que pode surgir e é para isso que estamos aqui. Cada dia é uma página que escrevemos na história deste processo eleitoral, que este ano, trouxe muitas novidades”.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil