Fotografo: Assessoria
...
Publicação

A Prefeitura de Várzea Grande através da ação do Comitê de Enfrentamento ao novo Coronavírus (COVID 19) e dentro da estratégia de reforçar o cuidado com outras enfermidades, como o H1N1 (Influenza) dispara, sob o comando do Ministério da Saúde, a campanha de vacinação que começa amanhã, 23 de março e vai até 15 de abril, com um espaço maior para não haver corrida desnecessária em busca de vacinas e aglomerações.

São 19 locais públicos previamente escolhidos para cobrir toda a extensão territorial de Várzea Grande e atender a população que será imunizada, lembrando que neste primeiro momento somente os maiores de 60 anos e servidores da saúde são as prioridades definidas pelo Ministério da Saúde e que receberão a imunização do H1N1.

“Nesta primeira etapa atenderemos aos idosos que estão mais propensos a terem problemas com a Influenza ou H1N1 e os profissionais da saúde que necessitam estar imunizados para poder atender aos demais pacientes”, disse Diógenes Marcondes sinalizando que mesmo a vacina não imunizando para o Coronavírus, permite se detectar casos com mais facilidades por já estarem os pacientes imunizados quanto a outra enfermidade.

A primeira etapa da vacinação vai de amanhã, 23 de março até 15 de abril, sendo que Várzea Grande aguarda ainda a entrega de maior parte das vacinas necessárias para imunização de toda a população da segunda maior cidade do Estado.

Os técnicos da Saúde Municipal se preocuparam em escolher locais de fácil acesso e que impossibilitem a aglomeração ou se tiver mais pessoas, que os mesmos respeitem as regras de 1,5 metros de distância entre um e outro.

“Tanto a Secretaria de Estado de Saúde como nós de Várzea Grande já fizemos a solicitação do lote de vacinas necessárias. Parte já foi entregue e o Ministério da Saúde está informando que no decorrer dos próximos dias novos lotes serão liberados”, sinalizou o secretário de Várzea Grande, Diógenes Marcondes.

Ele ponderou que já notificou o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus de Várzea Grande, do qual faz parte a estratégia para essa campanha de vacinação que visa imunizar, mas não pode aglomerar pessoas, por isso toda uma estratégia foi montada para atender aos pacientes e aqueles que irão trabalhar.

As próximas etapas de vacinação da H1N1 vão de 16 de abril até 08 de maio e a última parte de 09 de maio até todos estarem imunizados num total de 67 milhões 671 mil 224 pessoas.  

Os locais de vacinação em Várzea Grande acontecem em 17 unidades de saúde e:

·      Clínica de Atenção Dr. Moacir Dellanes – Jardim Glória;

·      Clínica de Atenção Miguel Baracat - 24 de Dezembro;

·      Clínica de Atenção Arminda Sato (Marajoara);

·      Clínica de Atenção Vitor Marques (Cristo Rei);

·      Clínica de Atenção Dr. Lucilo Freitas (Parque do Lago);

·      ESF Manoel Bernado de Barros (Unipark);

·      ESF Maria Galdina da Silva (Vila Arthur);

·      ESF Margarida Pereira Tavares (Manaira);

·      ESF Maria José Pedrosa (Capão Grande);

·      ESF Binoca Maria da Costa (Manga);

·      ESF Lurico Ferreira de Magalhães (Souza Lima);

·      ESF Celestina Gomes Coelho (Água Vermelha);

·      CS – Laurentino Paulo Serqueira (Água Limpa);

·      CS – Jardim Imperial;

·      CS – Cohab Cristo Rei;

·      CS – Nossa Senhora da Guia;

·      CS Celina Batista Dantas (Ouro Verde);

Duas unidades escolares:

·      CMEI Albella Curvo de Moraes (Bairro Mapim);

·      EMEB – Maria Pedrosa de Miranda (Jardim Petrópolis).