Colégio Salesiano inicia arrecadação para tradicional “Campanha do Alimento”


Para participar da doação, o interessado pode procurar a Pastoral do Colégio Salesiano São Gonçalo, ou contatar pelo telefone 65 3616-8100

BASTIDORES & FATOS Publicada: 14/03/2019 06:27:14 Autor: Assessoria
Foto: Divulgação
Publicação .

 

O Colégio Salesiano São Gonçalo lançou nesta semana, a 29ª Campanha do Alimento que tem o objetivo de mobilizar alunos, professores e toda comunidade local na arrecadação de alimentos e donativos, que possam atender a demandas de instituições filantrópicas do estado.

Segundo o diretor da escola, pe. Paulo Vendrame, esta iniciativa já faz parte do calendário salesiano e tem grande importância na formação social dos estudantes. “A campanha faz parte da tradicional Olimpíadas Escolares, que chega este ano a sua 38ª edição. Queremos envolver, professores, alunos, pais, ex-alunos e toda comunidade que deseja participar desta ação que é um dos diferenciais do Salesiano São Gonçalo”.

A expectativa da comunidade salesiana é ultrapassar a marca de 45 toneladas arrecadas em 2018, e a doação será feita para instituições de caridade e missões indígenas dos Salesianos de Mato Grosso.

“Esta campanha incentiva nós alunos a sermos mais solidários. Com as motivações da arrecadação, percebi que tenho muito na vida e ainda reclamo logo me faz pensar sobre as crianças sem lar, sem ter o que comer. Não dá pra ignorar essa realidade e a partir desse movimento podemos mobilizar nossos colegas para fazer o bem. Pensar em como podemos ajudá-los até me emociona”, explica a estudante de 15 anos, Nicole Correa, do 2º ano do ensino médio.

Visando estimular a arrecadação de donativos, a Campanha de Alimento contabiliza pontos para a equipe vencedora das Olimpíadas Escolares. Participam da arrecadação, mais de 2.000 estudantes do Infantil ao Ensino Médio.

Uma das instituições beneficiadas será a Cruz Vermelha Brasileira. “Ficamos felizes com o apoio do CSSG e seus alunos, pois esses alimentos serão direcionados para as famílias mais necessitadas dos bairros carentes”, comentou o presidente da Cruz Vermelha – MT, Marcos Teixeira.

Comentários

Comente está notícia: