Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021 - 03:03
05/11/2021 as 06:13 | Por Lucas Rodrigues |
Em reunião com príncipe Charles, governador de MT defende investimentos em tecnologia
Mauro Mendes afirmou que os governos precisam agir com rapidez para evitar desastres causados
Fotografo: Assessoria
Publicação

 

Em reunião com o príncipe Charles, nesta quinta-feira (04.11), o governador Mauro Mendes defendeu mais investimentos em tecnologia para que a produção de alimentos em Mato Grosso continue a ocorrer de forma sustentável, com redução de impacto ambiental, e também mais “ousadia” dos governos de todo o planeta contra o aquecimento global.

O encontro faz parte da agenda do governador na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP-26), em Glasgow, na Escócia. Também participou do ato a primeira-dama Virginia Mendes, que presenteou o príncipe com uma rede artesanal produzida pelas redeiras de Limpo Grande, em Várzea Grande.

Na reunião, Mauro Mendes reforçou que Mato Grosso é um dos maiores produtores de alimentos do mundo, e faz isso preservando 62% do território.

“Nos próximos 10 anos, a nossa meta é chegar a produzir 130 milhões de toneladas. Acontecendo isso, o Estado vai se transformar no 4º maior produtor de alimentos, se fosse um país. E podemos fazer isso sem precisar de nenhum novo desmate. Para isso, vamos investir em tecnologia, em novas técnicas produtivas, para continuar a produzir alimentos de forma muito sustentável”, explanou.

O governador também apresentou ao príncipe as estratégias do Estado para neutralizar as emissões de carbono até 2035, prazo 15 anos mais curto que a meta mundial, que é 2050.

“A meta para descarbonização da nossa economia é chegar em 2030 com 80% e em 2035 com 100% da nossa atividade econômica com Net Zero. Diversas ações para que isso possa acontecer já foram iniciadas. Mas precisamos de ajuda, de cooperações internacionais e de apoio para que esses serviços ambientais possam ser reconhecidos e valorizados”, pontuou.

De acordo com Mauro Mendes, é preciso que todos os estados e países colaborem para o cumprimento das metas estabelecidas na COP-26, de modo a frear as consequências do aquecimento global.

“Estamos participando da COP-26 e felizes com os compromissos que os grandes líderes mundiais têm assumido, mas eu acredito que nós precisamos ser mais rápidos e mais ousados, porque as consequências das mudanças climáticas podem ser traumáticas para toda a humanidade. Já vencemos muitos desafios e tenho certeza que venceremos esse também”, finalizou.

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil