Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Terça-Feira, 18 de Janeiro de 2022 - 20:19
13/01/2022 as 10:08 | Por Assessoria |
Empresa é multada por descartar entulho em área de preservação ambiental
Caminhão de coleta de entulho estava fazendo descarte na região do grande Parque do Lago
Fotografo: Divulgação
Publicação

 

 

Uma área de preservação ambiental no bairro Santa Luzia - localizada na região do grande Parque do Lago - tem sofrido com a falta de conscientização de pessoas e empresas que insistem em fazer o descarte de resíduos sólidos no local, causando poluição e degradação, o que tem obrigado o poder público a realizar, regularmente, mutirões de limpeza para amenizar os problemas causados por essa ação.

Na tarde de ontem (11), fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e agentes da Guarda Municipal foram informados da presença de um caminhão de coleta de entulho, fazendo o descarte irregular nas margens de um lago, eles foram até o local e constataram o fato. O motorista do veículo, ao perceber a chegada dos servidores da Prefeitura Municipal, fugiu do local abandonando o veículo.

“Fizemos a apreensão do caminhão e a remoção para o Sisc do Parque do Lago, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência. O proprietário da empresa compareceu na delegacia para prestar os esclarecimentos. Fiscais do Meio Ambiente também fizeram a autuação da empresa, que terá que arcar com esse mal exemplo”, informou o subcomandante da Guarda Municipal, Alexander Gouveia Ortiz.

Ele disse ainda que para a denúncia de descarte irregular de lixo, qualquer cidadão pode entrar em contato com a Guarda Municipal pelo número 153, ou na secretaria de Meio Ambiente de Várzea Grande pelo telefone (065) 3692-6828.

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural e Sustentável, Célio Santos, lembra que a Prefeitura Municipal de Várzea Grande vem atuando de forma intensa nesta e em várias outras localidades que são usadas como bolsões de lixo, e onde são descartadas além de lixos domésticos, material de construções, móveis dentre outros utensílios.  “No ano passado realizamos várias forças tarefas envolvendo as secretarias de Meio Ambiente, Serviços Públicos e Viação e Obras na ação de limpeza de lagoas e áreas de preservação, porém a falta de conscientização de pessoas e empresas acaba dificultando o nosso trabalho. Se não houver o comprometimento de todos, e a punição das pessoas que contribuem com esse ato criminoso, a questão não será solucionada”, lamentou.  

O secretário de Meio Ambiente disse ainda que o prefeito Kalil Baracat e o vice-prefeito José Hazama se comprometeram em aumentar o número de fiscais para intensificar os trabalhos de fiscalização de áreas de preservação ambiental, como as que são usadas para descarte irregular de lixos. “A gestão já convocou aprovados no último concurso e com a inserção desses novos servidores, teremos a possibilidade de ampliar ainda mais o serviço de fiscalização”, informou.

Célio Santos lembra ainda que a secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural e Sustentável já dispõem de tecnologia moderna e eficiente como drones, que também estão sendo usados no trabalho de fiscalização.

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil