Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021 - 10:09
28/11/2020 as 11:28 | Por Roberto Marques DRT 002660/MT | 23148
Governo fecha escola existente há mais de 40 anos em Várzea Grande - MT
“Minha família não terá condições de pagar o ônibus, será que vamos ter que para de estudar”, diz aluna em protesto
Fotografo: : Roberto Marques
Publicação

 

 

Na noite de sexta-feira dia 27/11/2020, comunidade e professores da EE. Ernandy Baracat, localizada na Rua Morada Nova s/n, no Bairro Parque do Lago, em Várzea Grande Mato Grosso, se reuniram para protestar contra o Governador Mauro Mendes, que enviou documento determinando o fechamento da unidade escolar em caráter de urgência.

 "A comunidade não aceita o fechamento da unidade escolar, que existe há mais de 40 anos, atendendo a clientela escolar no ensino Fundamental e no ensino Médio Regular, na modalidade Educação de Jovens e Adultos-EJA. Funcionários, estudantes e ex-alunos que hoje são pais e mães de alunos que estudam nesta unidade, estão indignados com essa situação”, relata o professor e coordenador Adailton Aragão.

"Minha mãe estudou aqui, eu estudo aqui, meus irmãos estudam aqui, meus primos estudam aqui, todos moramos na região, nós vem para escola a pé, vamos estudar aonde, quem vai pagar nosso transporte, minha família não terá condições de pagar o ônibus, será que vamos ter que para de estudar, por isso estou aqui reivindicando meus direitos de estudar", declara a jovem estudante Gabriela Grapiuna de 16 anos.

“Ha 40 anos atrás, nossa escola já tinha  900 alunos, hoje atende 27 bairros, fui à primeira diretora desta unidade escolar, por oito anos, consecutivo, estou aposentada, estou indignada com a falta de respeito que este atual governador esta tendo com a educação em Mato Grosso, se tem um coisa que me arrependo em minha vida foi ter votado neste governador, a sociedade não pode se calar diante desta atitude incoerente de Mauro Mendes”, disse a aposentada Maria Jose Queiroz.

"O governador desde que assumiu o poder vem fazendo um ataque atrás de outro contra a educação, se não bastasse à lei 510 que ele não cumpriu a lei do RGA, e agora a liquida dos aposentados ele aplicou uma facada na classe, ai vem com esse de fechamento três escolas, aqui em Várzea Grande, em vez de fazer investimento, vem com essa postura arbitraria".    

"sem conhecer a realidade, sem saber quantos bairros a comunidade escolar atende, sem saber quantas crianças com deficiência a escola atende, sem saber quantos jovens e adultos a escola atende, sem levar em conta a caminhada dos últimos anos da escola, as matérias de reconhecimento de projetos desenvolvidos publicadas no próprio site da Seduc/MT, sem nenhum diálogo com a comunidade escolar determina seu fechamento", relatou o Presidente do Sintep/VG, Professor Juscelino Dias Moura.

“O Governador Mauro Mendes, através de seu recém-empossado Secretário de Estado de Educação, enviou um documento informando a desativação de varias escolas, sem fazer um consulta com a comunidade, afirmando que a escola teria pouco mais de 373 alunos. Uma informação no mínimo enganosa, a escola Ernandy Baracat, por exemplo, tem 900 alunos, e governo paga um aluguel de 14 mil, por mês, será que é muito dinheiro para educar 900 crianças por mês”.

"Não podemos cair nesta armadilha, não podemos ficar calado. Mais de 300 escolas que ele poderá fechar em Mato Grosso, Mauro Mendes está promovendo um desmonte na educação de Mato Grosso. ele esta tirando os diretos de nossas crianças estudarem, o que ele quer e fecha uma, duas, três e por ai vai, até chegar à privatização de todas as escolas, vamos dar um basta nesta politica nefasta, muitas crianças vão ficar fora da sala de aulas com esse desgoverno”. Frisou a professora Maria Aparecida Arruda Cortez - Cida Cortez.

Segundo o Sintep/MT “Estão tomando todas as medidas para evitar o fechamento, já protocolou oficio na Secretaria de Educação do Estado, no Mistério Publico Estadual, pedindo para rever a decisão de fechamento, outro ponto observado no documento protocolado, os locadores do prédio estão cumprindo com todas as exigências de reparos nas infraestruturas conforme determinação da Engenharia da SEDUC”.

Na manhã de sábado dia 28/11/2020, alunos, pais e professores, fizeram uma caminhada em busca de chamar atenção da população e da imprensa, pela atitude enganosa do Governo de Mato Grosso em fechar escolas em Várzea Grande – MT.

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil