Fotografo: Divulgação
...
Publicação

 

 

 

 

 

Parte do pacote de pavimentação de 200 km de novas ruas e avenidas e 135 km de recapeamento e revitalização de pavimento já desgastado pelo tempo e uso implementado nos últimos cinco anos pela gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos, foi inaugurada a Avenida Zeid Esportiva que interliga outras duas importantes avenidas de Várzea Grande, a Avenida Filinto Muller recém-duplicada e revitalizada e a Avenida Frei Coimbra que dá acesso a diversos distritos e a Rodovias dos Imigrantes.

Com investimentos da ordem de R$ 1,5 milhões, a Avenida Zeid Esportiva, tem pista dupla totalizando 1,6 km e foi concebida dentro de uma nova perspectiva, a implantação de área de lazer no canteiro central, com diversos outros benefícios que asseguram qualidade de vida e urbanização da cidade, valorizando imóveis residenciais e comerciais e leva o nome do empresário Zeid Sacre, pai da gestora. 

Além de pavimentação asfáltica, calçadas, pontos de ônibus novos, sinalização viária e iluminação em Led, a Avenida Zeid Sacre, contempla espaço esportivo em seu canteiro central com academia ao ar livre, ciclo faixa e pista de caminhada demarcadas com metragem a cada 100 metros, bancos, lixeiras, paisagismo, protetores para árvores e pintura artística. 

A obra integra o complexo de pavimentação viária de pelo menos 12 km e investimentos de R$ 14,115 milhões que interligam o Nova Fonteira e o Portal da Amazônia aos bairros Canelas, Paiaguás, Itororó, São Simão, Ouro Verde, Colinas Verdejantes entre outros. 

“Esta obra faz parte do maior programa de asfaltamento de vias públicas que o município de Várzea Grande já recebeu. Fruto de financiamentos de R$ 178 milhões junto ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal, além de contrapartida do Tesouro Municipal, esse programa de pavimentação está levando qualidade de vida aos cidadãos e valorização imobiliária. Até o final deste ano teremos pavimentado 200 km de novas ruas e avenidas e outros 135 km recapeados”, detalhou Lucimar Sacre de Campos durante a inauguração, lembrando que além da pavimentação, as obras de asfalto novo em todas as regiões de Várzea Grande, também incluíram ao menos 60 km da construção das redes de água das localidades.

“O abastecimento de água é uma obra que pouco se vê, mas que é fundamental para a qualidade de vida da comunidade e asfalto novo significa valorização comercial e imobiliária, além da saúde pública, pois são ruas que antes eram de terra e agora estão asfaltadas. E, essas obras incluem drenagem, construção de galerias pluviais, rede de água, colocação de meio fio, guias e sarjetas, por fim a pavimentação. Essa infraestrutura vai garantir que as águas das chuvas sejam escoadas de forma correta, evitando transtornos aos motoristas e maior durabilidade ao pavimento, além de novo visual, limpeza e valorização de toda a cidade”, destacou a prefeita. 

O secretário de Infraestrutura, Viação e Obras do município, Luis Celso de Moraes, informou que atualmente, 11 frentes de trabalho do programa de pavimentação urbana estão em 52 bairros do município. “No início deste ano assinamos um novo contrato de empréstimo com a Caixa Econômica Federal onde aportamos mais R$ 28 milhões para pavimentação totalizando R$ 178 milhões. Esse acréscimo também possibilitou que novos bairros fossem beneficiados aumentando de 49 para 52 localidades. Isso sem falar na economia que alcançamos com as licitações e da fiscalização da aplicação e desses recursos pelos agentes financeiros de que não abrimos mão”, detalhou. 

O bairros atendidos são: São Mateus, Vila Artur, Figueirinha, 23 de Setembro, Hélio Ponce de Arruda, Jardim Vitória, Joaquim Curvo, Cidade de Deus, Asa Branca, Mapim, Mangabeiras, Jardim Imperial, Santa Izabel, Jardim Paula I, Jardim Glória I e II, Parque do Lago, Jardim Maringá I, II e III, Santa Luzia, 23 de Setembro, Paulo Leite, Jardim Primavera, 15 de Maio, 07 de Maio, 24 de Dezembro, Novo Mato Grosso, Nova Várzea Grande, Ipase, Jardim Imperador, Nova Fronteira, Portal da Amazônia, Princesa do Sol, Costa Verde, Santa Maria, Ouro Verde, São Simão, El Dourado, Jardim Itororó, Marajoara, Planalto Ipiranga, Santa Terezinha, Parque Sabiá, Pirinéu, Potiguar, Alameda, Costrumat, Jardim Manaíra, Cristo Rei, Carrapicho e Limpo Grande. 

O secretário de Serviços Públicos e Mobillidade Urbana, Breno Gomes, lembrou que a Via Zeid Esportiva foi edificada com a união de esforços das secretarias de Viação e Obras; Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Assuntos Estratégicos e Serviços Públicos e Mobillidade Urbana. “O trabalho realizado aqui em conjunto com essas secretarias foi projetado para valorizar Várzea Grande e seus imóveis, e dar qualidade de vida para a população de uma maneira em geral, além de estabelecer um novo crescimento da cidade com organização e planejamento. Bairros distantes dos serviços públicos municipais precisam ser integrados com o centro da cidade. Uma das nossas prioridades é garantir mais dignidade e desenvolvimento à vida dos várzea-grandenses”, disse. 

A SOCIEDADE – Mayara Martins de Souza, moradora do bairro Nova Fronteira afirmou estar maravilhada com as obras no bairro. “Com certeza não é apenas asfalto que trouxeram para nós. Mudou completamente a cara do bairro, me sinto integrada à cidade, parece até que a distância diminuiu, ficou mais bonito e fácil para nós”, declarou. 

Aposentada, Vilma Zilma dos Santos Assis, diz não acreditar na obra que além de asfaltou trouxe lazer ao bairro. “Vim ver com meus próprios olhos, pois estou saindo pouco de casa devido à pandemia. Mas quase nem acreditei, moro aqui no Nova Fronteira há mais de 15 anos e nunca recebemos nada do poder público. Agora além de asfalto, calçada, rede de água, temos um espaço bonito como este, para caminhar com a família. Nem acredito, de tão bom”. 

 

HOMENAGEM - “Não se pode ficar de braços cruzados, pois o homem descansa trabalhando”, palavras do comerciante, já falecido Zeid Sacre, que foram lembradas durante a inauguração da Avenida e complexo de esporte e lazer que leva seu nome no bairro Nova Fronteira em Várzea Grande. 

Amigo de Zeid Sacre, o advogado Emílio Farrati foi o primeiro a prestar as homenagens ao homem que ele definiu como “a pessoa que mais amou e trabalhou por Várzea Grande e se orgulhava de viver por seu suor desde jovem”.  

“Filho de imigrante libanês, se instalou em Várzea Grande em 1977, homem que tinha amor ao trabalho, à família, ao próximo e que além de amigo muitas vezes me aconselhava como um pai. Tinha muito amor por esta cidade, onde edificou mais de 90 imóveis, era justo e cumpridor de seus compromissos. Afirmava que seus tesouros eram sua esposa Nair Lopes Sacre e suas filhas Marlene, Cibele e Lucimar Sacre de Campos. Ele ajudou a construir Várzea Grande, portanto esta é uma homenagem realmente valiosa porque lembra de quem muito amou Várzea Grande”, declarou. 

Carlos Eduardo Sacre de Campos, falou em nome dos netos do homenageado. “Convivi com meu avô por mais de 20 anos, e, tive um aprendizado muito grande com ele. Me ensinou valores importante assim como a honra de sermos várzea-grandenses. Quero aproveitar para falar um pouco da minha mãe, essa gestora e mulher brilhante, que honra todos os dias a confiança que a população lhe depositou elegendo-a, com trabalho árduo e realizações concretas. Meus pais são exemplos de pessoas que não medem esforços para levar o melhor à população”, disse. 

A secretária interina de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Benedita Ponce de Arruda, falou da importância das famílias Sacre e Campos para o município. “Nós que somos várzea-grandenses sabemos da importância dessas famílias para a nossa cidade. Sou educadora e sempre trabalhei nos bairros mais simples como Jardim Itororó aqui próximo do Nova fronteira. Não falo apenas de infraestrutura como energia elétrica, asfalto, educação, saúde, lazer e outros, mas posso afirmar após fazer parte desta gestão que esta mulher guerreira que está à frente da prefeitura hoje e pertence à família Sacre e à família Campos, que ela cuida de cada pedacinho da cidade como se fosse sua própria casa”. 

Emocionada, Lucimar Sacre de Campos afirmou que todos os desafios da sua gestão foram de manter o equilíbrio econômico e fiscal do município para proporcionar a continuidade de investimentos, oferta de serviços, salário do funcionalismo em dia e a conclusão de obras, sempre tendo como prioridade o combate à pobreza e à desigualdade social no município. 

“Agradeço a Deus todos os dias pela oportunidade de estar à frente da gestão da segunda maior cidade de Mato Grosso e poder realizar e fazer mais pelos que mais precisam. Lembro que meu pai, Zeid Sacre, em época de Natal e datas como o dia das Crianças, alugava um caminhão e distribuía nos bairros mais pobres brinquedos e alimentos. Ele dizia que devemos compartilhar o amor que Deus nos dá. E é isso que quero para toda sociedade várzea-grandense: amor em forma de serviços públicos de qualidade, infraestrutura que dá dignidade para cada trabalhador desta cidade. No mais, só tenho a agradecer o amor da minha família, filhos, filhas, netos e esposo, pelo companheirismo, apoio e dedicação”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos. 

APRESENTAÇÕES – Apresentações artísticas também celebraram a inauguração e homenagem. Se apresentaram a Banda Municipal de Várzea Grande, o grupo de dança “Flor da Serra” da Escola em Tempo Ampliado EMEB Joaquim da Cruz Coelho e a orquestra do Instituto Jaime Veríssimo de Campos Junior – Jaiminho. 

Regida pelo maestro Júlio Cesar, a orquestra animou a inauguração. “Nossa orquestra é formada por 28 integrantes alunos da instituição, que atualmente atende a 80 jovens. Trabalhamos no contraturno escolar de crianças em situação de vulnerabilidade social. Oferecemos as oficinas de música, canto, teatro, dança, reforço escolar, esportes e informática”. 

Aluna do Instituto Jaiminho, Maria Luiza Morais, disse que o objetivo da apresentação foi levar alegria. “O instituto tem como marca o sorriso, que representa amor, carinho e alegria. E, é isso que viemos trazer essa noite a todos”.