Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 03 de Dezembro de 2021 - 08:01
06/10/2021 as 13:30 | Por Assessoria |
Patrulha Rural Georreferenciada vai garantir a segurança das propriedades e do pecuarista
“Não vai beneficiar apenas os fazendeiros grandes, mas a todos”
Fotografo: Christiano Antonucci
Publicação

 

 

 

O presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Oswaldo Pereira Ribeiro Júnior, avaliou como positiva e essencial a implantação da Patrulha Rural Georreferenciada, que foi lançada pelo Governo de Mato Grosso na tarde de terça-feira (05.10), em Cuiabá. 

Presente no evento de lançamento, o presidente da Acrimat ressaltou que a ação é uma importante medida para garantir a segurança do pecuarista, dos trabalhadores das propriedades rurais, além de aproximar a Polícia Militar da comunidade do campo.

“Não vai beneficiar apenas os fazendeiros grandes, mas a todos, principalmente as propriedades pequenas.  O mais importante é que o governo está próximo do cidadão e da produção. Um estado que é essencialmente agro não poderia ficar descoberto e deixar essa brecha. Estamos aqui para agradecer por essa iniciativa e que nossa Polícia Militar tenha sucesso nessa missão”, disse Oswaldo durante evento.

Ainda segundo o presidente, a implantação da Patrulha demonstra que os recursos de impostos arrecadados estão sendo aplicados diretamente em benefício do cidadão que mais precisa. 

“Como representante do setor produtivo e falando em nome de todos os produtores rurais, posso dizer que quando sentamos com o governador e pedimos nossas demandas, cobramos do governador a aplicação do nosso Fethab. E hoje estamos aqui com o governador e o secretário Bustamante, que vem mostrar a aplicação dos nossos recursos, que a população contribui e vai chegar na ponta”, encerrou.

A patrulha lançada vai atender, neste primeiro momento, a região Sul de Mato Grosso, a partir do polo de Rondonópolis. Além desse município, serão atendidas as cidades de Jaciara, Tesouro, São José do Povo, Guiratinga, Pedra Preta, Dom Aquino, Itiquira, São Pedro da Cipa, Juscimeira, Alto Araguaia, Ponte Branca, Araguainha, Alto Taquari e Alto Garças.

Atualmente, cerca de 1,6 mil propriedades rurais já estão cadastradas para receber o patrulhamento da polícia e aproximadamente 700 placas já foram fixadas, após o registro da posição georreferenciada das propriedades, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública. Do montante de propriedades já cadastradas, 95% são de pequenos e médios produtores que, após o cadastro, são adicionados em um grupo de mensagens para dar celeridade ao atendimento das ocorrências.

A previsão é de que o patrulhamento continue sendo realizado por quadrantes e acompanhe o calendário do agronegócio, ainda segundo a Segurança Pública, a fim de garantir um policiamento mais repressivo e evitar os crimes de roubo e furto nas propriedades rurais.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil