Fotografo: Assessoria
...
Publicação

 
 
 
 
Criada pela Câmara Municipal de Cuiabá em março deste ano, a Sala da Mulher Maria Nazareth Hahn continua desenvolvendo suas atividades em defesa dos interesses da mulher.
 
Nesse sentido, o legislativo cuiabano tem apoiado a campanha “Sinal Vermelho para a Violência Doméstica”, idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).
 
A ação conta com a parceria de todos os Tribunais de Justiça do Brasil, do Colégio de Coordenadores da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário Brasileiro (Cocevid), do Fórum Nacional de Juízes da Violência Doméstica (Fonavid), assim como da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), do Conselho Federal de Farmácias e da Associação Brasileira das Redes Associativistas de Farmácias e Drogarias.
 
Segundo Thamires Rondon, Chefe do Núcleo de Apoio a Mulher, Criança e Idoso  devido ao isolamento social gerado pela pandemia, algumas mulheres estão sofrendo caladas toda espécie de agressões pelos seus companheiros ou familiares. Desta forma, a campanha Sinal Vermelho, visa simplificar a denúncia e salvar vidas. 
 
A primeira dama do parlamento municipal, Adélia Galvão, também ressaltou que em março e abril deste ano, o índice de feminicídio cresceu 22,2%, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. “Não podemos cruzar os braços diante deste triste cenário para as famílias brasileiras. Juntas, somos mais fortes”, declarou.
 
A iniciativa tem como foco ajudar mulheres em situação de violência a pedirem ajuda nas farmácias do país. O protocolo é, de fato, simples: com um “X” vermelho na palma da mão, que pode ser feito com caneta ou mesmo um batom, a vítima sinaliza que está em situação de violência. Com o nome e endereço da mulher em mãos, os atendentes das farmácias e drogarias que aderirem à campanha deverão ligar, imediatamente, para o 190 e reportar a situação. O projeto conta com a parceria de 10 mil farmácias e drogarias em todo o país.