Fotografo: Assessoria
...
Publicação

 

 

 

 

A sede da Procuradoria-Geral de Justiça de Mato Grosso (PGJ) e todas as Promotorias de Justiça do Estado passarão por desinfecção das áreas comuns, visando reduzir a carga biológica nos prédios e assim reduzir as chances de contaminação pelo Novo Coronavírus. O trabalho, que é acompanhado pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do Ministério Público, faz parte da operação de descontaminação biológica promovida pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), por meio do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) e Comandos Regionais (CRBMs). 

O chefe de gabinete do GSI, coronel PM Jorge Luiz de Magalhães, explica que a desinfecção será feita em todos os prédios públicos de Mato Grosso, incluindo as unidades do MPMT nas 79 comarcas. “Esse trabalho ficará a cargo de cada comandante regional do Corpo de Bombeiros, que entrará em contato com os coordenadores das Promotorias de Justiça para agendar data e horário para a descontaminação”, contou. A ação é preventiva e, segundo o CBMMT, só tem eficiência garantida se o cidadão fizer sua parte e adotar as medidas de segurança recomendadas.    

A desinfecção já foi realizada na PGJ, na sede das Promotorias de Justiça de Cuiabá e nas Promotorias de Justiça de Campo Verde, Jaciara, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Pontes e Lacerda, Rondonópolis e Terra Nova do Norte. Na quarta-feira (29), a sede das Promotorias de Justiça de Cuiabá passará novamente pela descontaminação, que é feita mediante pulverização de hipoclorito de sódio com concentração de 1%, como prevê a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essa solução é eficaz contra diversos vírus, inclusive o coronavírus.