Fotografo: Assessoria
...
Publicação

 
 
 
 
O vereador Vinicyus Hungueney (SD) apresentou durante sessão ordinária desta terça-feira (14) um projeto de lei que torna a prática de atividade e exercício físico como essenciais na Capital.
 
De acordo com o parlamentar, a intenção é garantir a essencialidade da atividade física e do exercício físico, na garantia do funcionamento de estabelecimentos de serviços destinados a essa finalidade, bem como da utilização de espaços públicos pela população cuiabana.
 
“Buscar por saúde é uma das principais questões vivenciadas pelos Cuiabanos neste momento em que a Pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) nos assola. Não existe dúvida de que a prática de atividade física contribui, sobretudo para a manutenção da saúde, aumenta a imunidade das pessoas, reduz a depressão, segundo estudos já confirmados, e diminui o estresse”, argumentou do vereador.
 
A medida ainda atende aos profissionais da área que estão passando por dificuldades neste momento de pandemia, uma vez que estão impedidos de trabalhar devido ao fato de as academias e outros estabelecimentos estarem fechados por determinação do poder público. 
 
“Estou feliz e honrado de trazer este projeto aqui na Câmara Municipal, porque é um projeto que vem de encontro às necessidades do ser humano e por isso vou pedir aos pares agilidade e aprovação”, explicou Hugueney. 
 
A fim de dar coro ao seu projeto, o parlamentar convidou o presidente do Conselho Regional de Educação Física da 17ª Região (CREF17/MT), Carlos Eilert para participar da tribuna livre desta terça-feira (14) de forma remota.
 
Para ele, o projeto vem atender a necessidade da categoria, já que hoje o estado de Mato Grosso tem 740 academias registradas e mais de 1500 profissionais registrados no sistema. 
 
“Logo no início da pandemia, nós protocolizamos as normas de biossegurança pra sensibilizar o governo estadual e municipal, principalmente de Cuiabá e agora com este projeto estamos confiantes que logo teremos as atividades de exercício físico de volta”, explicou Carlos.