Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021 - 21:25
11/01/2021 as 12:35 | Por Da Assessoria | 1154
Vuolo dialoga com associações em visita à Central de Abastecimento, Shopping Orla e Mercado do Porto
A visita funcionou como reconhecimento dos equipamentos e ações executadas pela Pasta
Fotografo: Divulgação
Publicação

 

 

Acelerar, crescer e incluir. Esse é o tripé que vai nortear as ações da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, comandada neste segundo mandato da gestão Emanuel Pinheiro por Francisco Vuolo. Pensando nessas três diretrizes repassadas pelo prefeito é que o secretário realizou na última sexta-feira (08), uma visita de reconhecimento ao Centro de Abastecimento de Cuiabá, ao Mercado do Porto e ao Shopping Orla.

“É um novo desafio, uma mudança grande, mas que estou animado em fazer. Janeiro será um mês de ambientação a nova rotina e de planejamento, é preciso identificar o que é exequível e traçar um plano estratégico para concretizar ações de pequeno, médio e longo prazo, sempre com foco no que temos de mais valioso, que é o capital humano, a nossa gente, como determina o prefeito Emanuel Pinheiro”, enfatizou o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

Às 6h, momento em que a equipe da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico chegou ao Centro de Abastecimento de Cuiabá, produtores, permissionários e compradores já se movimentavam há horas. Seu Luiz Santana, por exemplo, inicia sua rotina diária às 2h30, há trinta anos.

“Eu sou permissionário desde os anos 1990, quando no Porto não tinha nem box. Depois fomos para o Verdão e de lá viemos aqui para Jardim Industriário. Meu dia começa às 2h30, todos os dias, há trinta anos. Eu vendo a produção de caixaria dos meus irmãos, que tem terra arrendada na região do Carrapicho. Eu trago umas 90 caixas por dia”, explicou seu Luiz, de 62 anos enquanto varria o chão de seu box em um dos galpões do Centro de Abastecimento de Cuiabá. Ao lado da filha, Rozemare Gomes, ele se preparava para encerrar o dia. Eram 7h35.

No total, o Centro de Abastecimento abriga 206 permissionários. Uma das maiores reivindicações dos feirantes, endossada pela Associação local é a construção de outros galpões com espaço para depósito, o que daria mais espaço para armazenamento dos produtos e possibilidade de desenvolvimento do comércio local para alcançar o patamar de Ceasa de Cuiabá.

A vontade de expandir e aumentar o movimento está presente também no Shopping Orla e no Mercado do Porto. No primeiro os efeitos da pandemia foram mais perceptíveis, alguns dos permissionários, pela idade avançada e por pertencerem ao grupo de risco, ainda não retornaram as atividades. O desafio agora é adequar melhorias na estrutura, mas sobretudo, retomar as atividades com segurança.

Quanto ao Mercado do Porto, o local passa por processo de transformação. Dividida em duas etapas, sendo uma de ampliação e outra de revitalização, a obra recebe investimento de aproximadamente R$ 13 milhões e é executada pela Secretaria de Obras Públicas. O espaço terá um aumento aproximado de 6,8 mil m², em relação a área ocupada atualmente, nova praça de alimentação, estacionamento com um número maior de vagas, entre outras melhorias. Tudo isso com o objetivo de fortalecer a característica turístico-comercial que o mercado carrega.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil