Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022 - 17:49
28/05/2022 as 07:52 | Por CRISTIANE GUERREIRO |
HMC garante aporte de nutrientes necessários para manutenção e recuperação dos pacientes
Setor de Nutrição aprimora rotinas e protocolos
Fotografo: Divulgação
Publicação

 

 

A nutrição é o alicerce para o nosso organismo, pensando nisso, o Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto Socorro Dr. Leony Palma de Carvalho – HMC garante o aporte de nutrientes necessários para manutenção e recuperação dos pacientes internados, por meio da qualidade alimentar e aprimoramento de rotinas e protocolos.

“Quando o paciente chega à unidade hospitalar, a equipe do setor de nutrição busca o ideal nutricional, com um tratamento que atenda de imediato uma melhor aceitação. O objetivo é sempre aprimorar as rotinas e protocolos, no intuito de uma recuperação mais satisfatória, menor tempo de internação hospitalar e a melhora da qualidade de vida dos pacientes”, informou a nutricionista e responsável técnica do Setor de Nutrição, Cátia Alvarenga.

Segundo ela, os tipos de alimentação destinados aos pacientes são via oral, que são aqueles ingeridos pela boca e via enteral, para pacientes que não devem ou não conseguem se alimentar pela boca. “Todo o alimento é ofertado por meio de dieta prescrita de acordo com a necessidade nutricional, restrições alimentares relacionadas com as patologias e limitações de cada paciente, levando em consideração a necessidade ou não de adequação de consistência e da oferta de suplementos de acordo com a avaliação do nutricionista”, explicou.

“O setor também conta com a participação da Comissão de Terapia Nutricional e Dietética, que visa os mecanismos para o desenvolvimento das etapas de triagem e vigilância nutricional para os pacientes submetidos à terapia nutricional e parenteral”, completou.

A responsável técnica do Setor de Nutrição, conta ainda, que a equipe de nutricionistas acompanha todo o fluxo de produção de alimentos, através do Manual de Boas Práticas (MBP) atualizado, documentado e devidamente implantado. Para os pacientes são preparados vários cardápios e suplemento oral e dietas enterais. “Todas as refeições devem ser seguidas através dos cardápios estabelecidos, estes são feitos pela nutricionista da Unidade de Alimentação e Nutrição, onde são revisados e aprovados pelas nutricionistas clínicas”, pontuou.

A equipe da nutrição acompanha diariamente os pacientes junto ao leito, solicita dieta em mapa próprio para o serviço de produção, avalia o estado nutricional, estabelece a dieta e registra diariamente no prontuário do paciente a prescrição dietoterápica, a evolução nutricional e as intercorrências, além de classificar os atendimentos nutricionais por níveis de acordo com os fatores de risco nutricional, para programar nova reavaliação, confeccionar mapas de todas as refeições ofertadas no dia, realiza a produção de etiquetas das grandes refeições (almoço/ jantar) com todas as informações relevantes para a composição do alimento dos pacientes e participam de capacitação mensal com assuntos pertinentes ao setor, atualizações das dietas enterais e protocolos de ajuste para melhor atendimento junto aos pacientes.

Segundo o gestor do HMC, Paulo Rós, a nutrição é importante no tratamento clínico dos pacientes, principalmente para identificar e prevenir a desnutrição em ambiente hospitalar. “Por isso, a equipe realiza visitas diárias aos pacientes onde é feita a adaptação da dieta de acordo com a patologia e a aceitação do paciente, também identifica e ameniza os motivos da baixa aceitação, garantindo assim uma ingestão adequada de calorias, proteínas e nutrientes. Quando todas essas intervenções dietéticas não são suficientes, a equipe da nutrição alinha com o médico a indicação de sonda para o uso da dieta enteral, para atender melhor às necessidades nutricionais de cada um”, revelou Rós.

O prefeito Emanuel Pinheiro destaca que o comprometimento da gestão é com a qualidade dos serviços prestados à população. “Entendemos a nutrição como um serviço importante e prioritário para amenizar a hospitalização, visto que a alimentação tem um peso decisivo na recuperação dos pacientes. Os acompanhantes e funcionários também recebem a refeição necessária e de qualidade, é um direito garantido com excelência, compromisso da minha gestão”, pontuou. 

O Hospital Municipal de Cuiabá oferta em média aproximadamente 70 mil refeições ao mês para pacientes, acompanhantes e funcionários. São cinco refeições via oral para cada paciente, incluindo café da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia, além do suplemento conforme necessidade. Funcionários plantonistas no plantão diurno recebem duas refeições, almoço e lanche e funcionários do plantão noturno também recebem duas refeições, jantar e café da manhã. Já os acompanhantes recebem três refeições diárias, café da manhã, almoço e jantar.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil