Portal fundado em 01 de fevereiro de 2014; Pelo jornalista Roberto Marques

Cidadão Repórter

65992519733
Várzea Grande(MT), Terça-Feira, 16 de Agosto de 2022 - 07:11
06/07/2022 as 11:10 | Por Assessoria |
VÁRZEA GRANDE ENTREGA CESTAS BÁSICAS AOS TRABALHADORES DA COLETA SELETIVA
SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL ESTÁ REALIZANDO A DISTRIBUIÇÃO DAS CESTAS BÁSICAS E KITS DE HIGIENE E LIMPEZA
Fotografo: Divulgação
Publicação

 
 
Honrando o compromisso assumido pela Gestão Municipal em resgatar a dignidade das famílias que durante anos trabalharam no Aterro Sanitário de Várzea Grande, a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, formalizou a entrega de Cestas Básicas e Kits de Higiene aos Coletores da Associação de Materiais Recicláveis e Reutilizáveis – ASMAT.
 
Essas mesmas famílias dentro do acordo formalizado com as diversas entidades representativas de classe e interveniência do Ministério Público, vão receber ainda uma habitação que será construída em parceria pelo Governo do Estado e Prefeitura de Várzea Grande, recursos para poderem adquirir e ampliar o trabalho que a partir de agora será feito através da coleta seletiva e destinação correta para Aterro Sanitário devidamente regulamentado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMA, Equipamentos de Proteção Individual – EPIs entre outras medidas saneadoras da situação que envolve 95 famílias e outros 250 coletores.
 
“Estamos investindo recursos da ordem de R$ 17 milhões para cumprir o acordado com as associações responsáveis pela coleta de lixo através dos coletores, que a partir de agora será seletiva e terá a correta destinação”, frisou o prefeito Kalil Baracat sinalizando como mais importante de todas as medidas adotadas, a dignidade deles poderem realizar suas funções respaldados, com segurança jurídica, sanitária e com a dignidade que deve ser inerente a todo trabalhador independente de sua função.
Essas famílias que trabalham com coleta seletiva e reciclagem, em Várzea Grande, receberam, cestas básicas e kits de limpeza e de higiene em ação da Prefeitura Municipal de Várzea Grande através da Secretaria de Assistência Social.  A entrega do benefício acontece nas sedes das associações, conforme o cadastro de inscritos em cada unidade. 
 
Maria Rossi, de 77 anos, moradora do bairro Cidade de Deus, disse que mesmo aposentada, trabalha para aumentar a sua renda mensal, porque quem ganha mal dá para pagar os remédios que faz uso continuamente.  “Essa cesta básica é um reforço a mais na minha alimentação, e como vivo sozinha, dura em média dois meses. O apoio da Prefeitura Municipal tem sido essencial em nossa vida, ainda mais agora que está mais difícil trabalhar na coleta, e se não fosse essa ajuda seria mais complicado”, destacou.
 
Dalmira dos Santos Santiago, 49 anos, também moradora do bairro Cidade de Deus, é solteira e tem 5 filhos. Ela conta que trabalha com reciclagem há mais de 8 anos e não tem vergonha desta profissão. “Antes do fechamento do Aterro Sanitário eu conseguia, com muito dias de trabalho, receber em média três mil, mas agora está muito difícil manter essa renda. E a ajuda da Secretaria de Assistência Social tem garantido ajudado muito a minha família e a de muitos outros trabalhadores, que como eu, vivem daquilo que a população descarta”.
Já a presidente da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis e Reutilizáveis – ASMAT, Maria Aparecida do Nascimento (Cidinha), agradeceu o empenho da Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social neste trabalho em prol dos catadores de material reciclável. “Antes mesmo da pandemia da Covid-19 a administração municipal tem nos ajudado, e esse aporte têm sido essenciais, para muitas famílias que vivem a partir dos materiais recicláveis.  Para muitas pessoas uma cesta básica não representa nada, mas para nós é muito mais que uma alimentação”, afirmou.
 
Cidinha alertou para a necessidade das pessoas se conscientizarem quanto a importância da seleção dos materiais que pode ser reutilizado ou reciclado, e que essa consciência ajuda o meio ambiente, e as famílias que trabalham na coleta de matérias primas, a exemplo de papelão, garrafas plásticas e latinhas. “Para aqueles que fazem essa seleção que procure a nossa associação e faça a doação dessas matérias primas, que estão ajudando a muitas famílias que dependem, única e exclusivamente, desse trabalho”, pontuou.
A secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira, disse que a gestão do prefeito Kalil Baracat tem dado total apoio a essa classe de trabalhadores e que diversas ações e serviços estão sendo realizados em prol da Associação e das famílias que trabalham na coleta de materiais recicláveis.
“Além da ASMAT, estaremos nesta semana atendendo também às demais associações, que atuam na coleta seletiva. Ainda hoje, à tarde a nossa equipe também fará a entrega de 44 cestas e kits de limpeza aos associados da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Várzea Grande – ASCAVAG. 
 
Além disso, seguimos um cronograma de atendimento, com a entrega de alimentos, produtos de higiene e limpeza e ainda de filtros de barros as famílias em estado de vulnerabilidade social. Dentre as determinações do prefeito Kalil Baracat é que nenhuma família que necessita de auxílio social, deixe de ser atendida”.
 
 
  
 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil